Como ensinar os filhos a lidar com as frustrações da vida?

Post 333

A frustração é uma resposta emocional que surge quando não vemos nossas expectativas realizadas. No contexto familiar, ela se manifesta de maneira especial quando os pais dizem "não" diante de determinada solicitação dos filhos. A tolerância à frustração é a capacidade de aceitar as circunstâncias e enfrentá-las com uma atitude positiva, dando um passo à frente.                                                 

A tolerância à frustração é uma lição que se aprende dentro da família, quando os pais formam a vontade dos filhos. O ser humano, no início da vida, tende a querer dominar o mundo segundo seus caprichos, pois ainda não conhece as normas nem o domínio das suas emoções. Porém, a educação permite que a criança vá adquirindo a maturidade necessária para reconhecer os próprios limites e os dos outros.

Como ensinar os filhos a tolerar as frustrações?
Esta é uma tarefa que deve começar desde que o bebê nasce, no que diz respeito à satisfação imediata dos desejos, também chamados de "caprichos". Atos simples, como deixá-los no berço até dormirem, alimentá-los em horários estabelecidos, negar-lhes às vezes os brinquedos que pedem são maneiras de educar no autocontrole e formar sua vontade.

Nesta etapa, é importante transferir a satisfação dos seus desejos, ou seja, que aprendam a esperar ou aceitar quando alguma coisa não acontece exatamente como eles querem, sem reagir impulsivamente.
Na medida em que os filhos crescem, surgirão outras formas de tolerar suas frustrações. O âmbito escolar, por exemplo, é um espaço no qual surgem diversas situações, de maneira gradual: desenhos e letras defeituosos, tarefas mal elaboradas, notas baixas, reprovações etc. São as primeiras lições de frustração da vida e, se não forem bem conduzidas, os resultados podem ser péssimos.
Em meio a estas circunstâncias, os adultos podem ensinar seus filhos a lidar com o fracasso, ao invés de justificar seus atos ou negar suas limitações. É preciso destacar o valor do esforço, da perseverança, da paciência, para superar os impedimentos e alcançar os objetivos. 
Portanto, é imprescindível que os pais compreendam seus filhos e cultivem a paciência, entre outras virtudes, p

 

Fonte: https://pt.aleteia.org/